O “mercado de transferências” da política local

Domingos Bragança anunciou que David Araújo, presidente da União de Freguesias de Atães e Rendufe, eleito pela Coligação Juntos por Guimarães (JpG), vai recandidatar-se pelo Partido Socialista. Apontou ainda o nome de Sérgio Castro Rocha, presidente de Ponte, como um potencial candidato que poderá mudar de cor partidária nas próximas eleições. André Coelho Lima criticou a postura do edil e disse que “as declarações de Domingos Bragança transformaram a política local no mercado de transferências futebolístico”.

O jornal do Partido Socialista de Guimarães, lançado este sábado, 14, dedica duas páginas à obra realizada na União de Freguesias de Atães e Rendufe. A ilustrar o artigo uma foto que coloca lado a lado o presidente da Câmara Municipal e o presidente da Junta, que em 2013 foi eleito pelas listas da Coligação Juntos por Guimarães. Nas redes sociais é também clara a ligação entre o edil e o presidente da Junta de Ponte: ainda no sábado passado, 14, Domingos Bragança recebeu o título de embaixador nobre daquela vila.

No tradicional almoço de Reis do Partido Socialista de Guimarães, Domingos Bragança recebeu o apoio do presidente da concelhia, Armindo Costa e Silva, para revalidar a liderança da Câmara Municipal. Apontou ainda o dia 25 de Abril, como é usual no seio do partido, como data para o anúncio oficial dos nomes que compõem as listas do PS para a Câmara, Assembleia Municipal e juntas da freguesia.

1.PNG
Jornal do PS de Guimarães foi lançado este sábado, 14.

Esta manhã, num encontro com jornalistas, o candidato pela JpG, André Coelho Lima, referiu que “as declarações de Domingos Bragança transformaram a política local no mercado de transferências futebolístico”. Acusou a Câmara Municipal de gerir “o dinheiro de todos nós segundo os critérios que mais interessam ao PS e a Domingos Bragança”, declarando que o atual presidente da Câmara aposta “mais nos locais onde pretende conquistar autarcas à força política que ele combate e que o combate a ele”.

dsc_6608
André Coelho Lima criticou a postura do presidente da Câmara e sublinhou a questão da transparência na gestão dos dinheiros públicos.

O candidato à Câmara Municipal informou ainda que “está tudo acertado com os autarcas” ligados à Coligação Juntos por Guimarães. “Nesta altura não temos nomes para todas as freguesias, embora tenhamos para uma grande maioria delas”, disse, não se comprometendo com datas “para respeitar as dinâmicas locais”.

Texto: Catarina Castro Abreu
Fotos: Duas Caras e Direitos Reservados