49.539 eleitores querem “Continuar Guimarães”

Foram 49.539 os eleitores que votaram em Domingos Bragança e na sua plataforma eleitoral que tinha como lema “Continuar Guimarães”. Vale a pena voltar a olhar para o programa do PS para saber dos destinos do concelho na entrada de uma nova década deste século.

Durante a campanha eleitoral, Domingos Bragança repisou as propostas da ligação ao Avepark, a reconstrução do edifício Jordão e Garagem Avenida, a construção do parque Camões e a instalação da Escola-Hotel na Quinta do Costeado. Da lista de 30 compromissos distribuída em panfletos pelos eleitores vimaranenses, o candidato ora eleito destacou como prioridade e uma das novidades deste programa: a incubadora social, descrita como “espaço de experimentação de iniciativas de empreendedorismo social e inclusivo”. Há também a intenção de criar o Orçamento Participativo da Juventude e atribuir bolsas a estudantes do Ensino Superior em situação de carência económica.

No domínio económico, Domingos Bragança promete ampliar o parque industrial de Ponte e do Avepark, requalificar os parques de Selho São Lourenço/Pencelo, Fafião e S. Torcato e criar uma nova zona industrial em Moreira de Cónegos. A incubadora de empresa de base industrial já tem destino e será instalada nas antigas instalações da Fábrica do Alto em Pevidém.