Chama-se Fénix, a nova associação nacional de bombeiros que nasce em Guimarães

É uma nova associação nacional de bombeiros e agentes de protecção civil: a Fénix já terminou o seu processo de legalização e já pediu audiências com o presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, ao presidente da Autoridade Nacional da Protecção Civil, à Ministra da Administração Interna e ao Secretário de Estado da Administração Interna.

Num comunicado enviado à comunicação social, a Fénix revela que tem como objetivos “informar a formar as populações sobre a prevenção dos riscos coletivos e a minimização das consequências decorrentes da ocorrência de acidente grave ou catástrofe, visando a sua sensibilização em matérias de autoprotecção”. Pretendem ainda promover “a cooperação em ações de socorro e assistência às pessoas e bens em perigo, integradas no esforço global de resposta quando se verifique a ocorrência de acidente grave ou catástrofe”.

O apoio à reposição da normalidade da vida das pessoas em áreas afectadas por acidente grave ou catástrofe e a colaboração noutras ações de apoio integradas no Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro são outros dos objetivos desta novel associação.