Ecorâmicas pensam as florestas na sua 5.º edição

Decorre até amanhã, 29, no auditório da Fraterna a 5.ª edição das Ecorâmicas, uma iniciativa da Associação Vimaranense para a Ecologia – “AVE” apresenta a 5ª edição das Ecorâmicas. Este ano, a escolha temática da mostra de cinema documental é a FLORESTA.

Desde 2013  que  a  AVE,  em  parceria  com  outras  entidades  locais  e  com  o  apoio  da  Câmara  Municipal de Guimarães, realiza, no último fim de semana de outubro, as Ecorâmicas. Hoje, pelas 15h00, serão exibidos os documentários “Baldios e montes vicinais: o futuro  em  mão-comum”,  de  Diana  Toucedo  e  “Florestas  Sintéticas:  Os  Perigos  das Árvores  Geneticamente  Modificadas”,  de  Ed  Schehl  e  Stephen  Leinau.  Após  exibição  dos documentários, seguir-se-á um debate/reflexão em torno do tema FLORESTA, que contará com a presença de convidados do meio académico, empresarial e associativo (Carlos Aguiar – Escola Superior Agrária de Bragança; José Antunes – Abrir o Ave aos Cidadãos; José Sequeira Braga – Associação  dos  Silvicultores  do  Vale  do  Ave;  André  Fernandes  e  Andreia  Pereira  –  ACTEA  – Associação de Conservação da Natureza. Moderação de Manuel Fernandes, CEGOT).

No  domingo,  dia  29,  com  sessões  às  15:00,  serão  exibidos  os  documentários  “Florestas  e Homens”,  de  Yann  Arthus-Bertrand,  “Movendo  os  Gigantes”,  de  Michael  Ramsey,  “O  Custo Humano do Óleo de Palma Conflituoso”, de Rainforest Action Network, “O Problema do Óleo de Palma”, de TakePart, “O Homem Que Plantava Árvores”, de Frédéric Back e “A Inteligência das Árvores”, de Julia Dordel e Guido Tölke.

Todas as sessões de cinema e debates terão lugar no Auditório da Fraterna (zona de Couros). O evento, aberto a todos os interessados, é gratuito e assenta numa organização voluntária, em colaboração com parceiros locais. Saiba mais aqui.

 

 

 

O

programa  detalhado  pode  ser  consultado  no  blogue  da  AVE  (https://ave-

ecologia.org/ecoramicas/2017-a-floresta/programa-ecoramicas-2017/)  ou  através  da  página

Facebook das Ecorâmicas (https://www.facebook.com/ecoramicas/).