Deguste by Pedro Pinto | A alma em que nascemos

[PUB]

“O teu prato até pode parecer saído de uma galeria de arte, no final é sempre o sabor dele que vai ficar entranhado na tua memória. A família e amigos irão sempre apreciar uma refeição que lhes saiba soberbamente, mesmo que a tragas para a mesa numa panela.” Gordon Ramsay

1

Depois de alguns espaços fine dining, da comida de conforto e do sushi, o Duas Caras veio aos hamburgers e … acabamos por provar bem mais que isso.

O Deguste by Pedro Pinto pertence, como o próprio nome indica, ao ex-concorrente do MasterChef Pedro Pinto. Mais importante que ser ex-qualquer coisa, o Pedro foi finalista da edição de 2015 e ouviu um dos maiores elogios por parte de Manuel Luís Goucha que o considerou a maior surpresa dessa edição.

2

Quando chegamos cheios de vontade de degustar, à nossa espera estavam uns pimentos padrón. Até este dia a lengalenga do “uns picam e outros não” nunca tinha, para mim, feito muito sentido. Isto porque (quem me conhece sabe que adoro picante) nenhum pimento padrón me tinha “picado”. Com estes, a história foi um pouco diferente, não havia um que não picasse. E não estou a falar de uma leve ardor, picavam mesmo. Se fosse eu ao Pedro ponderaria alterar o nome destes pimentos para Kamikaze 😛 Entrou para o top 3 dos pratos mais picantes que comi.

3

Foi logo após abandonar o programa que o Pedro criou o Deguste. O mote seria a criação de uma hamburgueria artesanal e steak house, diferenciadora e de alto nível, situada no Centro Histórico de Guimarães. Pintou-o com uma simplicidade moderna procurando acrescentar valor à qualidade e frescura do produto que serve.

4

Depois de termos bebidos 2/3 extintores por causa dos pimentos, era chegada a vez dos enchidos com cebola caramelizada e molho de abacaxi. E às vezes bastam coisas aparentemente simples como esta para nos apercebermos do talento de um Chefe. Enchidos de muito boa qualidade, frescos, carregados de sabor e que perderam voluptuosidade com o casamento feliz com o molho de abacaxi. A acidez desse molho contrastou com a gordura da carne e abriu a porta para a riqueza aromática da cebola caramelizada.

5

O prato seguinte foi camarão com pesto. Os pinhões, parmesão, manjericão, alho, sal e azeite usados pelo Pedro deram ao pesto um aroma incrível. Estávamos numa esplanada onde corria uma leve brisa, ainda assim, o cheiro a manjericão percorria todas as mesas.

6

Ele equilibra bem o sabor doce e fresco da lima e vai extremamente bem com os camarões carnudos e ricos como os que foram usados neste prato. A manutenção da casca nos camarões aquando da sua confeção permitiu que os mesmos ganhassem densidade e sabor. Leve e repleto de sabores sazonais.

7

Mais uma vez, uma criação simples e eficaz. E por vezes, muitas vezes, este género de simplicidade dá muito trabalho. Há que não prejudicar aquilo que de bom a matéria-prima já tem, realçando-os e completando-os com apontamentos contrastantes.

8

Estas entradas foram acompanhadas por uma deliciosa sangria com toques de damasco, ananás e limão que foram o complemento ideal para as iguarias que estavam a ser servidas. Depois, a estrela da casa, o hambúrguer 😛 Com queijo amarelo, alface, bacon, cebola e tomate.

9

Foi confecionado com muita alma e ingredientes frescos, para dar origem a algo saboroso, prático e humilde. Quer os legumes quer a carne são de excelente qualidade e tudo foi pensado com conta, peso e medida. Não há nada que esteja a mais, nem há nada que falte. Muito intenso, rico e complexo (sim é possível num hamburger, é só ter vontade de pensar fora da caixa).

10

Depois um bife com molho pimenta, arroz e batata frita. A carne é comprada e entregue diariamente pelo Chefe e isso nota-se imediatamente mal colocamos a faca no bife e o bife na boca. Tenro, saboroso, cozinhado no ponto. Aqui não há invenções, trata-se de servir um belo naco de carne e deixar que ela fale por si.

11

O molho de pimenta também estava muito equilibrado, tinha como é óbvio um aroma a especiarias, mas esse aroma pouco intenso tinha como objetivo final realçar as qualidades da carne e não sobrepor-se a elas. Para além dos já conceituados hambúrgueres e bifes, o Chefe vai diariamente confecionando pratos diferentes ao almoço. Lá nos convenceu e desta vez estas criações únicas, exclusivas e bem pensadas, foram acompanhadas por cerveja artesanal. E verdade seja dita, esse género de cerveja vai muito bem com este tipo de comida. Depois chegaram as sobremesas…

12

Bolo de laranja com canela e crumble de maçã. O crumble junta de forma incrível o sabor da maçã caramelizada e da canela com o sabor crocante e levemente amanteigado da cobertura. O bolo é húmido e com sabor bastante rico a laranja, com um toque ligeiro a canela. Ambos muito “caseiros” e puros. Numa casa destas Pedro, tem mesmo de ser assim. Até nas sobremesas, numa hamburgueria se mostra aquilo que se é. Em todos os pratos que provei é o sabor deles que vai ficar entranhado na minha memória.

13

Para afagar o estomago nada melhor que dois gins, um de maçã e pimenta rosa e outro de ameixa e cardamomo. Enquanto os bebia recordei as palavras de Manuel Luís Goucha: “Pedro o seu percurso é o mais interessante e notável desta competição. Evoluiu em técnica, em sabor, em empratamento e penso que evoluiu como ser humano. A sua postura face aos seus colegas era a de alguém com um certo complexo de inferioridade. O berço em que nascemos, não dita a nossa grandeza. São as nossas opções, são as nossas ações e sobretudo é a nossa postura face aos outros e à vida. Por aquilo que você mostrou Pedro, você é grande e marca a história deste programa”.

14

Completava dizendo que não é apenas o berço que define aquilo que vamos ser, é também a alma em que nascemos, e é com ela que o Pedro tempera, cozinha e sonha.

Pedro, tens claramente a melhor casa de hambúrgueres da cidade, atrevo-me mesmo a dizer do Minho, mas acho que o Deguste, este Deguste é algo “pequeno” para ti. É óbvio que quem sai a ganhar com isto são os teus clientes que experienciam cozinha de autor, com personalidade, técnica, sabor e complexidade, numa “humilde” casa.

Espero um dia encontrar-te num espaço que mereça a alma com que cozinhas, parabéns!

Deguste by Pedro Pinto
Alameda São Dâmaso, nº161 4810-286 – Guimarães
253438034/963715476
http://hamburgueriadeguste.pt