Rock em dose dupla esta noite no ciclo EGO

O ciclo EGO apresenta na sua quarta edição a banda de rock independente QUADRA, à qual se juntam os lisboetas PANADO. Acontece mais logo à noite, pelas 22h30, no  Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura.

No primeiro concerto de 2018 do ciclo EGO estreia a cenografia da Laura Roi que vai acompanhar toda a programação deste ano. A estrutura cenográfica procura, tal como os ciclos de programação, desenvolver-se em três planos distintos. Propõe-se, “numa ideia de processo, um adensamento das formas que, através da sua materialidade efémera e onírica, sobreposição de camadas e planos, vão construindo uma imagem que acompanha o indivíduo na própria prospeção da psique ao longo dos nove concertos”.

Quadra
Ante-estreia do novo EP dos Quadra acontece em Guimarães

Chama-se “Cacau” e será o primeiro disco dos Quadra, projecto de rock instrumental de Braga, que no ano passado se estreou nos registos de estúdio com um muito elogiado EP. O longa-duração tem edição marcada para o próximo mês, mas, antes disso, será tocado na íntegra pela primeira vez no dia 24 de Fevereiro em Guimarães. É o segundo concerto do ano do ciclo de programação EGO, onde também tocam os lisboetas Panado.

Com o novo disco a caminho e o primeiro single de avanço pronto a ser lançado, o quinteto bracarense faz uma ante-estreia ao vivo das novas composições da sua música instrumental, feita sobretudo dentro do universo pós-rock. Foi também neste território que compuseram o EP de cinco temas auto-intitulado, que lançaram no ano passado.

Esse registo foi considerado pelo site especializado em música portuguesa Produto Interno Bruto como um dos melhores nacionais do ano. A banda foi também apontada como uma das 20 revelações nacionais para a publicação Threshold Magazine.

Panado1
Os concertos começam às 23h00.

 

O projecto constituído por Sérgio Alves (baixo), Sílvio Ren (guitarra), Lucas Palmeira (teclas), Hugo Couto (bateria) e Gonçalo Carneiro (guitarra) vai apresentar-se em Guimarães a 24 de Fevereiro, no segundo concerto do ano de programação do EGO.

Na segunda noite do ano do ciclo promovido pela Capivara Azul – Associação Cultural tocam também os lisboetas Panado, trio de rock proveniente de Lisboa que propõe uma viagem alucinante ao rock sónico dos anos 90, misturada numa nuvem de delay e melodias hipnóticas.

Os três putos, como se intitulam, estrearam-se em Julho do ano passado com um longa-duração, “Juventude Coxa”, a que se seguiu, no último dia de Natal, uma nova entrega: “Sentido Rato”, EP com quatro novas músicas. É por esses dois discos que passará o concerto que marcará a estreia de Diogo Vítor (guitarra e voz), Lourenço Dias (baixo e voz) e Bernardo Moreira (bateria) em Guimarães.

EGO é a programação regular de música da Capivara Azul – Associação Cultural

Os concertos têm início marcado para as 23h00 no Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura (CAAA). As portas do recinto abrem às 22h30, permitindo ao público visitar a exposição Kodak Moon Man, do artista vimaranense Basttuz (Pedro Bastos), que está patente até 31 de março nas galerias daquele espaço cultural.

O after-hours da noite será garantido por Ritalin (Rita Rocha), especialista em ritmos para pessoas com défice de atenção. As entradas custam 3 euros. Os sócios do CAAA têm a oferta de uma cerveja.

O ciclo EGO continua no dia 9 de Março, com a estreia em Portugal dos italianos Plastic Man, que vão mostrar o material do novo trabalho discográfico, “Sounding Aquarium”, que tem edição para Abril pela Annibale Records.

EGO é a programação regular de música da Capivara Azul – Associação Cultural, que se estreou em Novembro do ano passado, com um concerto duplo internacional – as norte-americanas Leggy e os bascos Albert Cavalier. Krake e Granfather’s House também já passaram pela programação, cuja intenção é trazer a Guimarães projectos musicais que toquem pela primeira vez na cidade, com especial atenção ao território do rock alternativo.

Ao longo do 2018, a programação regular deste ciclo terá o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, através do  Regulamento de Atribuição de Subsídios às Atividades das Entidades que Prossigam Fins Culturais, Artísticos, Recreativos ou Humanitários do Município de Guimarães. Tem como parceiros o Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Estúdio Lobo Mau, Cerveja Letra, Rádio Universitária do Minho e Headliner.