Um bom teimoso e uma Escola nova para o Concelho de Guimarães

Duas caras banner copiar

 Escrevo estas palavras no dia 19 de junho em que se comemora o 79º aniversário da elevação da povoação das Taipas a Vila. Daqui a 5 dias  inauguraremos a Escola EB 2/3 de Caldas das Taipas. Um investimento do Município de Guimarães, comparticipado pelo Governo da República e pelos Fundos de Coesão da União Europeia.

No dia da inauguração, estou certo, vestiremos todos o fato e rejubilaremos todos com esta conquista coletiva. Mas não podemos nem devemos deixar de reconhecer que se é verdade que a reivindicação da requalificação daquela Escola é coletiva, da comunidade educativa, dos agentes políticos locais, a verdade é que teremos uma escola nova e não remendada porque, sozinho, o Senhor Presidente da Câmara foi um bom teimoso. Perante as sucessivas dificuldades do percurso persistiu. Perante a pressão da opinião pública e publicada resistiu e trabalhou para que a Escola das Taipas seja a Escola que poucos acreditaram ser possível. E por isso devemos estar satisfeitos e agradecidos.

Compreendemos a impaciência dos alunos e das suas famílias, dos professores e do pessoal não docente. Afinal a minha escola, agora velha, e que as novas gerações já não recordarão deixou há muito de oferecer as condições que todos exigimos, mas que é bom lembrar, muitos aqui bem perto ainda não têm. Compreendem-se os constrangimentos causados pelo decurso da empreitada. Compreende-se a vontade de inaugurar, de usar e fruir este novo equipamento. Não só a comunidade educativa, mas a comunidade em geral. É por tudo isso também que a Escola Nova valerá a pena.

Na verdade é bom realçar que não há paralelo em nenhum Município do país da realização de um investimento na área educativa desta envergadura. Desde logo porque não é competência própria dos Municípios. Cabe ao Governo a responsabilidade da manutenção deste edificado Escolar. Depois porque não está ao alcance de qualquer orçamento municipal. E por último porque há poucos Municípios do país que têm na Educação há muitos anos uma das suas prioridades como tem o Município de Guimarães.   

Na realidade é bom que tenhamos todos consciência de que este investimento não está em Lisboa, não está no Porto, não está na cidade de Guimarães. Está na Vila das Taipas. Serve a zona norte do Concelho e isso deve-nos orgulhar. Está porque o Município quis substituir-se ao Governo. Está porque o Município fez escolhas, deixou de investir noutros domínios e noutras áreas do Concelho. Está porque o Município de Guimarães tem na Educação Pública uma prioridade.

É por estas razões, que no dia da Vila das Taipas, estamos felizes, orgulhosos desta aposta e agradecidos ao Município de Guimarães.

.

Luís Soares, 35 anos, Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra. Lidera a Concelhia do Partido Socialista em Guimarães desde 2018 e desempenha o mandato de Deputado à Assembleia da República e de Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, Vila das Taipas.