Câmara avança para recuperação da igreja de Serzedelo mesmo sem apoio do Ministério

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, anunciou esta manhã que a autarquia vai avançar com a recuperação da igreja românica de Serzedelo mesmo sem o apoio do Ministério da Cultura. As declarações foram feitas à margem da apresentação do programa do Natal, em Guimarães.

“A Câmara Municipal já está a elaborar o projeto e vai submetê-lo à tutela para financiamento”, disse o edil, para quem o atraso da recuperação daquela igreja classificada património nacional pode danificar ainda mais o edifício. “Anunciámos na reunião de Câmara descentralizada realizada em outubro de 2015 que o Ministério da Cultura iria avançar com as obras, recorrendo ao apoio de mecenato, através da Fundação Iberdrola”, lembra. Mas, cansado de esperar, Domingos Bragança mostra-se agastado com a situação: “Passou um ano e meio e até agora nada aconteceu”.

Seria uma contradição o Ministério da Cultura aprovar o projeto de recuperação – o seu aval é fundamental para avançar com as obras – e não o financiar. Se isso acontecer, Domingos Bragança informa que vai tentar obter fundos comunitários para a igreja românica de Serzedelo. “Vamos esgotar todas as hipóteses até sermos nós [a Câmara Municipal] a avançar”, sublinhou.

O projeto, que está a ser elaborado pela arquiteta Teresa Costa, vai incidir sobretudo nos problemas de infiltração e de estrutura do edifício. O edil quer uma decisão já em 2017.

Texto: Catarina Castro Abreu
Fotos: Direitos Reservados