Autarquia anuncia “pequena revolução” nos transportes públicos – Reflexo Digital

Com a criação da Autoridade Municipal dos Transportes, o vereador responsável, Amadeu Portilha, anuncia o que considera ser “uma pequena revolução” num sector que se mantém inalterado há 20 anos.

Inação por parte da Câmara na política dos transportes mereceu críticas por parte da oposição. Num ponto CDU e Coligação Juntos por Guimarães concordam: é necessário atribuir uma parte do orçamento municipal aos transportes públicos, se se quiser fazer chegar os autocarros às freguesias mais afastadas do centro da cidade. “É preciso investir e cobrir o défice de exploração”, apelou Monteiro de Castro, do CDS. Para Torcato Ribeiro, vereador da CDU, “a explicação do vereador responsável [de que a Câmara está vinculada a contratos de concessão e que a aprovação das linhas, até agora, estavam dependentes do Instituto da Mobilidade e dos Transportes] peca porque confina-se àquilo que existe, impedindo que se pense numa solução diferente”.

Saiba mais em Reflexo Digital.