Duas Taças

Estamos todos a pensar no mesmo. Duas Taças. Taça da Liga e agora Taça de Portugal.

Costuma-se dizer que o Futebol é a paixão do Povo. Em Guimarães sabemo-lo como ninguém. Dizemos com frequência que somos únicos. Também o país reconhece esta unicidade.

Este foi um ano especialmente feliz para a nossa paixão. Para todos os vimaranenses, vitorianos e moreirenses. A próxima época voltará a contar com duas equipas no principal escalão do futebol Português. Algo que nos coloca, também no futebol, na posição que ocupamos tantas vezes: a terceira cidade do país. Só Lisboa, Porto e Guimarães partilham este registo.

Além do Moreirense ter garantido a permanência, também o Vitória fez uma época para recordar. Quarto lugar, bom futebol, casas cheias e deslocações em massa. Um registo que nos escapava há vários anos e que coloca o clube na posição de que os adeptos nunca saem: o quarto grande.

Das duas Taças disputadas a nível profissional no futebol português a primeira já cá canta. O Moreirense fez história e venceu o título de campeão de inverno. Mas agora é o momento de juntarmos à da Liga, a de Portugal.

Pela 3ª vez em 6 anos, o Vitória volta ao Jamor e o Jamor volta a Guimarães. Serão milhares aqueles que irão à capital resgatar o “caneco”, e muito mais que ficarão na cidade na esperança de receber os heróis.

A esperança é muita, a fé é grande e o amor incondicional.

No próximo domingo o objetivo tem um peso simbólico adicional ao de há 4 anos: No final do dia, podem ser Duas Taças na vitrine vimaranense desta época. A partir de domingo, podem passar a ser Duas Taças de Portugal no museu do Vitória.

Até domingo os nossos pensamentos e os nossos corações estão no palco da final. O trabalho é interrompido por pesquisa das últimas notícias do clube, o pensamento foge para o Estádio Nacional, e os sonhos incluem o “nosso” Moreno a levantar a taça na tribuna.

Uma última nota, em jeito de brincadeira, e a trazer para o jogo uma rivalidade que ser quer saudável: que bem que sabia ver o “bracarense” Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa entregar a segunda taça da história do Vitória. Hoje é o Presidente de todos os portugueses, por isso estou certo que o fará com gosto!

Paulo Lopes Silva, 29 anos, é membro da bancada do Partido Socialista na Assembleia Municipal de Guimarães desde 2009, ano em que foi candidato a presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião. Foi membro da comissão de acompanhamento da Capital Europeia da Cultura na Assembleia Municipal. Gestor de Projetos numa consultora de Software do PSI 20, é licenciado em Engenharia Informática e Mestre em Engenharia de Sistemas pela Universidade do Minho. Foi Diretor Nacional de Organização do Partido Socialista entre 2011 e 2014.