Guia de Sobrevivência à Silly Season

Sejam bem-vindos à Silly Season!

Ah, a janela de transferências… Aquela fase enlouquecedora da época durante a qual todos os pensamentos racionais e as discussões práticas são deitadas… pela janela fora.

Se forem como eu, a esta altura já “panicaram” várias vezes com a possível saída de Pedro Martins (o senhor já viajou para mais países nesta Silly Season do que aqueles que em o Vitória irá competir na fase de grupos da Liga Europa). Já se sentiram insultados com a hipótese do FC Porto não cumprir a sua palavra e não permitir que o Marega continue no Vitória mais uma época. Já fizeram apostas sobre o próximo clube que irá demonstrar interesse no Bruno Gaspar e já se aperceberam que as capas dos jornais desportivos têm mais referências ao Vitória nesta altura do ano do que durante a época…

A época acabou, não há mais jogos de futebol e os jornais precisam de continuar a vender, portanto qualquer fonte, por menos credível que seja, é utilizada como referência para uma manchete bombástica. Enquanto isso os adeptos que sofram…

Então, como é que sobrevivemos a isto? Podemo-nos sentar num canto da sala, tapar os ouvidos e começar a baloiçar de trás para a frente enquanto gritamos monotonamente “They’re Coming to Take Me Away, Ha-Haaa!” (Eles vêm aí para me levar embora, Ha-Haaa!). O problema é que depois de algumas horas a fazer isso provavelmente algum membro da nossa família/amigos acabará por chamar os homens de roupas brancas e eles terão definitivamente de nos levar embora…

Uma das coisas que podemos realmente fazer é usar a nossa experiência dos Verões passados para nos ajudar a sobreviver a esta Silly Season. Olhando para o Facebook esta semana, temo que seja tarde demais para alguns, mas se fazem parte dos que ainda têm um pouco de sanidade, vou deixar-vos um Guia de Sobrevivência à Silly Season – Edição especial Vitorianos – para assegurar que em Agosto o Vitória ainda terá adeptos sãos o suficiente para o apoiar…

Sobrevivam à Silly Season em 7 simples passos:

Acalmem-se
É início de Junho e a janela de transferência está aberta até o final de Agosto. Ainda vai correr muita tinta até lá… Eu sei que é um cliché, mas se estiverem demasiado exaltados respirem fundo 10 vezes e acalmem-se. Eu ia sugerir que tivessem fita-cola sempre à mão para a eventualidade de acabarem por partir alguma coisa ao saberem de determinada transferência e um capacete para o caso da vossa cara-metade vos atirar alguma coisa à cabeça depois de estarem horas a ler, ver e ouvir sobre determinada transferência e ignorarem a sua presença, mas vou assumir que depois de várias Silly Seasons aterradoras os vitorianos já superaram essa fase.

Aproveitem a Taça das Confederações e o Europeu Sub-21
Este ano temos a sorte de ter as distrações da Taça das Confederações e do Europeu Sub-21 para nos ajudar a parar de pensar nestas coisas da Silly Season. Seja ou não fã do futebol internacional, a Taça das Confederações é – ao contrário do que diz o Rui Costa – um ótimo espetáculo para os fãs de futebol e o Miguel Silva está convocado para o Europeu de Sub-21 portanto temos de o apoiar. Se não for mais, é uma boa razão como todas as outras para beber muito e esquecerem-se da Silly Season (se estiverem bêbados e ainda se preocuparem com a janela de transferências algo de muito errado se estará a passar). Atenção! A Taça das Confederações e o Europeu de Sub-21 podem ser ótimas distrações, mas por amor de todos os Santos, não destruam toda esta experiência analisando a possibilidade qualquer jogador que faça uma boa jogada ou um golo ser um novo reforço.

Não acreditem em nada nem em ninguém
De jornalistas a agentes, Presidentes, até aos próprios jogadores, assumam que estão todos a dizer coisas sem sentido e assim nunca ficarão dececionados. Há com certeza pessoas que sabem mais do que nós, mas também há aquelas que farão qualquer coisa para fazer com que as nossas cabeças rebentem com uma maré de desinformação. No que diz respeito à especulação de transferências, mantenham-se firmes com o pensamento de que “Só acredito quando vir o Flávio Meireles a dar uma “bacalhoada” a… (acrescentar o nome do jogador)” (ou o respetivo momento nos clubes para os quais poderemos vender jogadores) e não correrão o risco de ser enganados.

Tenham bom senso
Há coisas que não têm qualquer sentido. É claro que o Vitória não vai contratar o Messi, mas é possível (eu não tenho qualquer informação acerca do assunto, é mera especulação) que o Vitória consiga manter o peruano Hurtado. Não deixem que as notícias sem sentido sejam motivo de ainda mais nervos. Pensem também se determinada informação veio ou não de uma fonte credível antes de perder algum tempo com isso.

Permaneçam otimistas
Este é um dos aspetos mais complicados desta lista. Nós estamos habituados a ter de reconstruir a equipa época após época, mas este ano as coisas estão diferentes e eu acredito que a Direção está a trabalhar arduamente para ter uma equipa competitiva no início da época (continuidade e estabilidade têm de ser as palavras-chave desta janela de transferência). Concentrem-se na ideia de que “nenhuma notícia é boa” e aí poderão ser agradavelmente surpreendidos. Tornem-se mais otimistas, mas não o levem ao extremo senão isso pode causar alguns problemas no próximo passo deste guia.

Permaneçam realistas
Tenham cuidado pois a linha que separa o otimismo e a ingenuidade é muito fina e se a atravessarem podem ser incapazes de seguir este guia. A falta de realismo irá provavelmente deixá-los em perigo de voltar ao estado inicial e um retrocesso pode ser fatal e deixá-los assim até ao início da época.

Vão de férias
Se completaram todas as fases, neste momento são realistas otimistas, que permanecem suficientemente pessimistas para não acreditarem ou confiarem em tudo o que ouvem ou leem. Têm um bom pressentimento do que pode ser alcançado na próxima época, acreditam que podemos comprar alguns jogadores bons durante o Verão e que conseguiremos manter os elementos fulcrais da equipa atual, mas são realistas o suficiente para saberem que há limites quanto ao que pode ser feito na janela de transferências. Se isto não funcionou… vão de férias para um local longínquo, de preferência sem Internet.

No final, tudo o que podemos realmente fazer se houver algum rumor de transferência que nos deixe a todos com uma sensação de excitação e nervosismo é: sentar, respirar fundo, contar até 10 e afastarmo-nos do computador. Confiem em mim, é o melhor.

Sandra Fernandes, 27 anos, é orgulhosamente vimaranense, Vitoriana e Potterhead. É licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho, Mestre em Gestão Desportiva pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto e Especialista em Organização de Eventos e Protocolo Desportivo pela Universidad Camilo José Cela. O coração costuma falar mais alto do que a razão quando se trata do Vitória, mas vai tentar partilhar o que lhe vai na alma à segunda-feira.