Condecorações do 24 de Junho: Salvador Silva

 

Medalha Municipal de Mérito Artístico

Iniciou a sua colaboração com a Associação Artística da Marcha Gualteriana em 1966, há 51 anos. Trabalhava então numa pequena oficina de carpintaria que prestava serviços à Marcha.

No ano seguinte, em 1967, foi convidado a dirigir os trabalhos de carpintaria do cortejo, função que desempenhou sem interrupções nos últimos cinquenta anos.

Para além delas, foi assumindo mais responsabilidades e é hoje o autor da maioria dos desenhos dos carros e de todos os pormenores decorativos finais, sendo assim na prática o primeiro responsável pela configuração estética e artística do cortejo.

É o artífice dos símbolos, bustos, figurados em esferovite, cartões e pinturas.

Nesses trabalhos da sua autoria destacam-se os principais monumentos e outros edifícios da cidade, bem como obras representativas de monumentos internacionais.

Nos últimos vinte anos tem sido o criador do “Carro da Cidade”, elemento alegórico que abre o cortejo e que é dedicado a referências marcantes de Guimarães.

Também no cortejo da “Batalha das Flores”, Salvador Silva tem sido o principal responsável criativo pelos carros que nele desfilam. Em 2006 foi o autor da Medalha comemorativa dos cem anos da Associação da Marcha Gualteriana.

Ao longo de cinquenta anos, dedicou uma parte substancial da sua á “Marcha Gualteriana”, contribuindo decisivamente para que se mantenha como um dos principais referentes símbolos da cidade.

Guimarães deve-lhe a preservação de uma tradição centenária e a revivificação de uma atração da cidade e região que, nas primeiras segundas-feiras de agosto de cada ano, atrai dezenas de milhares de vimaranenses e visitantes, e que permanece e se consolida como uma marca fundamental do sentir coletivo vimaranense.

in Prospeto distribuído por ocasião da Sessão Solene de 24 de junho

ipsis-verbis