Apesar de problema mecânico, Ilda Pereira alcança o bronze nos nacionais de maratonas

banner DUAS CARAS.jpg

A atleta vimaranense Ilda Pereira lutou pelo título até ter um problema mecânico. A equipa Casa Myzé Team esteve presente nos Campeonatos Nacionais de Maratonas com três atletas. A equipa dirigiu-se a Melgaço com dois atletas Elites e um Master. A corrida Elite e Master Masculina tinha 90km com 2658mt de acumulado e a corrida Feminina 67km e 1980mt de acumulado.

O percurso, bastante exigente fisicamente, tornou-se ainda mais técnico pela lama que tinha, dado o mau tempo, e pelas pedras escorregadias que os atletas tinham de subir e descer. Na corrida Elite Feminina, Ilda Pereira partiu logo na frente, defendendo-se dos vários ataques desde o início da corrida. Logo após os primeiros 20km já seguia na frente com mais uma atleta.

Atacaram-se mutuamente até ao km 55, onde a Ilda teve um furo na roda traseira; não baixando os braços foi descendo zonas de bastante pedra com cuidado e rolando até à meta sempre com pouquíssima pressão na roda. Perdendo nesses últimos km’s uma posição e terminando num honroso 3º lugar.

Na corrida Elite masculina, a estrear as cores da Casa Myzé Team, o ex-ciclista profissional Micael Isidoro fez a sua primeira competição do Ano e ficou às portas do Top 10 nacional com um excelente 12º lugar. O atleta, sabendo que não tinha ainda nenhuma prova “nas pernas”, entrou na corrida a gerir o seu organismo.

Na corrida Master 35, João Luís Veloso Abreu partiu para a sua 2ª maratona de sempre; correu desde início sempre gerindo as forças pois sabia que lhe esperava uma prova muito difícil. Terminou sabendo que está a evoluir e que tem muita progressão pela frente.