Os melhores adeptos do mundo

Nestas quatro épocas que estamos a analisar, a presença de espetadores no nosso estádio foram na época de 2012/13 de 183.800, que dá uma média de 12.253/jogo; na época de 2013/14 de 167.909, que dá uma média de 11.194/jogo; na época de 2014/15 de 270.408, que dá uma média de 15.906/jogo e na época de 2015/16 de 211.182, que dá uma média de 12.422/jogo.

Nestas 4 épocas fomos o quarto clube de Portugal em termos de espetadores, mas não em resultados. A oscilação na presença de espetadores, creio que será devido à falta de regularidade de resultados, pois os lugares na classificação nestas épocas assim o dizem.

Ao abordar esta temática dos espetadores no nosso estádio, não podia deixar de falar nas multas pagas pelo Vitória, nestas épocas.

Na época de 2012/13 as multas ascenderam a 65.454 euros, na época de 2013/14 foram no valor de 36.747 euros, na época 2014/15 foram no valor de 57.708 euros e finalmente na época de 2015/16 foram no valor de 44.781 euros.

Na época de 2012/13 os valores pagos referem-se ao artigo 183º, no valor 20.400 euros e ao artigo 187º, no valor de 40.760 euros, artigos do Regulamento Disciplinar da LPFP. As outras multas são de menor monta.  No que diz respeito ao artigo 183º são duas multas de 10.200 euros/cada, referente ao arremesso de objetos para o recinto do jogo, nas jornadas com o Porto e Benfica. O artigo 187º respeita ao uso de material pirotécnico e palavras ofensivas.

Na época de 2013/14 os valores referem-se ao artigo 187º, no valor de 36.364 euros do Regulamento Disciplinar da LPFP. A outra multa é de 383 euros e não tem a ver com o comportamento do público.

Na época de 2014/15 os valores referem-se ao artigo 187º, no valor de 56.826 euros do Regulamento Disciplinar da LPFP. As outras multas são de 882 euros e não têm a ver com o comportamento do público.

Na época de 2015/16 os valores referem-se ao artigo 186º, no valor de 3.825 euros e ao artigo 187º, no valor de 33.005 euros do Regulamento Disciplinar da LPFP. As outras multas são de 7.951 euros e não têm a ver com o comportamento do público, sendo que 6.064 euros são por atraso na entrada da equipa após o intervalo, devia ser algum “tique” do treinador Sérgio Conceição.

As multas de maior monta enquadram-se nos artigos 183º., 186º. e 187º. do Regulamento Disciplinar da LPFP e todos eles dizem respeito ao comportamento incorreto do público, nomeadamente arremesso de objetos para dentro do recinto de jogo, uso de potes de fumo, uso de petardos e utilização de cânticos com palavras impróprias.

Depende de nós, os melhores adeptos do mundo, poupar uns milhares de euros aos cofres do nosso Vitória. Ainda no Domingo passado, no jogo com o Arouca, estivemos brilhantes, sem petardos, sem potes de fumo. Lindo, Lindo.Vamos a isso? Espero que sim.

Secundino Rodrigues, 63 anos, é reformado da profissão de empregado administrativo. Sócio do Vitória com o número 1.104, gosta de verter a sua paixão pelos números na análise dos resultados do seu clube. Escreve à quarta-feira.