Festivais Gil Vicente, Geocide, 2017

banner DUAS CARAS.jpg

Continua hoje a nova rubrica do Duas Caras. Se até agora publicamos pontos de vista colocados na perspetiva de quem escreve, chegou o tempo de privilegiar também a imagem. Sete fotógrafos convidados, semanalmente, vão dar o seu contributo a este espaço público através da sua lente.

Geocide (2)

Geocide”, um espetáculo da Estrutura (Cátia Pinheiro e José Nunes), com a colaboração dramatúrgica de Rogério Nuno Costa.
No palco, três seres habitam um espaço e a ação não está naquilo que eles transportam, mas no dispositivo que pisam. Imagina-se um tempo (“futuro”?) onde a memória terá sido apagada a favor de uma noção de humanidade reduzida à (sua) eterna contemplação.