Paulo Lopes Silva: ” Todas estas conquistas e sonhos de Abril se devem, na sua maioria, ao poder local”

“Cidade Sem muros nem ameias. Gente igual por dentro, gente igual por fora” Estas são as primeiras palavras da Utopia de Zeca Afonso. Estes são os desejos das primeiras horas da Utopia de 25 do abril de 74. O sonho de valentes homens e … Continuar a ler Paulo Lopes Silva: ” Todas estas conquistas e sonhos de Abril se devem, na sua maioria, ao poder local”

Ângela Oliveira: “Celebrar Abril é prestar homenagem a todas as mulheres que, numa revolução com protagonistas masculinos, se sacrificaram”

A celebração de hoje, nesta sessão solene da Assembleia Municipal de Guimarães, é, acima de tudo, uma homenagem à LIBERDADE e à DEMOCRACIA. A data é portuguesa, mas os valores são universais. Para que o 25 de Abril não seja … Continuar a ler Ângela Oliveira: “Celebrar Abril é prestar homenagem a todas as mulheres que, numa revolução com protagonistas masculinos, se sacrificaram”

Mariana Silva: “Isto vai, meus amigos, isto vai… haverá sempre alguém que acredita que não existem derrotas eternas”

Após 48 anos de ditadura respirou-se Liberdade em Portugal. Há 44 anos saiam à rua os militares, os cravos e o Povo. Os cidadãos passaram a poder pertencer a um partido político, um sindicato ou a uma associação cultural em … Continuar a ler Mariana Silva: “Isto vai, meus amigos, isto vai… haverá sempre alguém que acredita que não existem derrotas eternas”

Sónia Ribeiro: “O 25 de Abril só fará sentido se formos todos capazes de elevar os valores da democracia plena”

Comemoramos hoje o 44º aniversário da Revolução dos Cravos, a qual teria sido, senão impossível, muito mais difícil de alcançar, sem o contributo fundamental do Movimento dos Capitães de Abril. O povo saiu à rua, na luta pelos mais elementares … Continuar a ler Sónia Ribeiro: “O 25 de Abril só fará sentido se formos todos capazes de elevar os valores da democracia plena”

António Meireles: “Que viabilizem uma nova revisão da constituição sem espartilhos ideológicos”

Encontramo-nos aqui presentes para comemorar os quarenta e quatro anos da Revolução de abril. Em abril de 1974 o país viveu o alvor de uma nova era, a promessa de um país livre, justo e democrático. As forças políticas proclamavam … Continuar a ler António Meireles: “Que viabilizem uma nova revisão da constituição sem espartilhos ideológicos”